Centro de medição da Cemig é exemplo de excelência em gestão energética

Visando aprimorar os processos de faturamento e perdas e contribuir para a operação e planejamento do sistema elétrico, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) criou, em 2012, o Centro Integrado de Medição (CIM). Contando com aparelhos de alta tecnologia, o CIM é capaz de monitorar desde a leitura do medidor até a programação de corte e religamento, passando pela identificação de fraudes e interferências indevidas no equipamento.

Desde abril de 2012, a Cemig identificou mais de 200 fraudes e conseguiu recuperar pelo menos R$ 3,5 milhões. O controle é feito por um monitor que apresenta telas com dados detalhados sobre o sistema de medição. Quando alguma irregularidade é identificada, a Companhia envia uma equipe ao local.

Além de acompanhar de perto a medição dos clientes, o CIM realiza a seleção de alvos para inspeção, auxiliando ainda mais no combate a irregularidades envolvendo o consumo de energia elétrica. Toda informação é fornecida de 15 em 15 minutos ao Centro. Com isso, a Cemig ganha em qualidade e agilidade na prestação de serviço, e o cliente tem a garantia de boa energia.

Estrutura

Com investimentos de cerca de R$ 12 milhões, o Centro conta com uma sala de operação projetada para funcionar com 21 postos de trabalho, sendo 12 destinados às atividades de monitoração dos sistemas de medição e nove para seleção de alvos de inspeção.

Para realizar a gestão dos pontos com medição remota, foi adquirida pela Cemig uma moderna plataforma de operação, dentro do conceito denominado MDM (Meter Data Management), que é responsável pela aquisição, armazenamento, processamento e análise de dados de consumidores.

Dentre as funcionalidades da plataforma, se destacam leituras automáticas e programação a distância de medidores, corte e religamento remotos, disponibilização de gráficos e relatórios de grandezas elétricas e a verificação de irregularidades na medição, como, por exemplo, a abertura indevida da caixa de medição.

Os operadores do Centro Integrado de Medição monitoram, diariamente, e, durante 24 horas, os medidores de energia de mais de 12 mil unidades consumidoras de média tensão e cerca de 6 mil grandes consumidores de baixa tensão. São empresas de grande e médio porte, fábricas, estabelecimentos comerciais que junto com grandes consumidores industriais representam 45% do faturamento da Cemig.



Veja também: